Ligamentos do Joelho direito e esquerdo – Ossos na Anatomia


É bastante comum ouvirmos falar de atletas e demais pessoas que em algum momento sofreram problemas relacionados aos ligamentos do joelho. Tais problemas podem ser simples e também mais graves, o que demanda um tempo significativo na recuperação.

O que são ligamentos?

Tratam-se de estruturas especializadas que são responsáveis por ligar os ossos entre si. Os ligamentos são classificados como peças elementares do tecido conjuntivo, sendo formados por fibras colágenas que possibilitam alta resistência às trações.

Ligamentos do joelho

Quais são os ligamentos do joelho?

O joelho possui 7 ligamentos, sendo que cada um deles contribui de forma específica para a qualidade biomecânica dessa região do corpo.

1) Ligamento cruzado anterior (LCA). Esse ligamento se origina no côndilo lateral do fêmur, tendo sua inserção na área intercondilar.



2) Ligamento cruzado posterior (LCP). Tem a origem no côndilo medial do fêmur e inserção na área intercondilar posterior.

3) Ligamento patelar. A origem desse ligamento é a patela (osso sesamoide localizado na parte anterior do joelho, anteriormente denominado rótula), tendo a inserção na tuberosidade da tíbia.

4) Ligamento colateral medial ou ligamento colateral tibial (LCM). É originado no epicôndilo medial do fêmur com inserção no côndilo tibial medial.





5) Ligamento colateral lateral ou ligamento colateral fibular (LCL). Origina-se no epicôndilo lateral do fêmur e possui inserção na cabeça da fíbula.

6) Ligamento poplíteo oblíquo. Tem sua origem no côndilo externo do fêmur e inserção na continuidade do tendão do semimembranoso.

7) Ligamento poplíteo arqueado. É originado na área intercondilar da tíbia côndilo lateral do fêmur a seguir da cabeça fibular. A inserção conecta para a porção medial da cabeça fibular.

Ligamentos do joelho ossos



Qual a função dos ligamentos do joelho?

Depois de saber quais são os ligamentos do joelho, vejamos o papel que cada um deles desempenha.

1) Ligamento cruzado anterior (LCA). Evita que ocorra um deslizamento anterior excessivo da tíbia em relação ao fêmur.

2) Ligamento cruzado posterior (LCP). Previne a ocorrência de deslizamento posterior excessivo da tíbia em relação ao fêmur. Ainda que lesões nesse ligamento não sejam tão frequentes, elas podem ser provocadas como resultado de uma força de tração traumática do ligamento.

3) Ligamento patelar

É considerado um dos ligamentos mais fortes do joelho e auxilia no biomecanismo de alavanca da patela. O ligamento patelar também atua como uma espécie de tampão para os côndilos femorais.

4) Ligamento colateral medial ou ligamento colateral tibial (LCM)

É responsável por proteger a parte medial do joelho, impedindo que ele seja aberto por uma força aplicada nas laterais.

5) Ligamento colateral lateral ou ligamento colateral fibular (LCL)

Atua na proteção das laterais do joelho, evitando que ele seja afetado por uma força dobrante interior.

6) Ligamento poplíteo oblíquo



Age no fortalecimento da parte de trás da cápsula.

7) Ligamento poplíteo arqueado

É responsável por fortalecer o joelho posterolateralmente.

Problemas relacionados aos ligamentos do joelho

Os ligamentos do joelho podem apresentar 4 principais tipos de lesões. São elas:

1) Lesão do ligamento colateral medial

Trata-se de uma das lesões mais comuns que afetam o joelho. Quando essa lesão ocorre de maneira isolada no ligamento, os sintomas são: inchaço localizado, dores e hemartrose (quando o sangue se derrama no interior da articulação).

Quando ocorre suspeita desse tipo de lesão, é preciso avaliar todos os outros ligamentos e meniscos, já que muitas vezes podem ocorrer lesões paralelas. Na maioria dos casos, não é necessária cirurgia para tratamento dessa lesão.

2) Lesão do ligamento colateral lateral

Tratam-se de lesões menos frequentes se comparadas à anterior. No entanto, quando esse tipo de lesão afeta o ligamento do joelho, elas são isoladas e geralmente mais graves, sendo de difícil (e mais demorado) tratamento.

3) Lesão do ligamento cruzado anterior

Esse tipo de lesão que afeta um dos ligamentos do joelho é comum principalmente entre os praticantes de esportes nos quais o pé fica fixo ao solo e a perna é rodada juntamente com o corpo (esqui, futebol, basquetebol etc.). Conforme o joelho faz a rotação, a pessoa afetada por essa lesão pode ouvir um som de “pop” exatamente no momento em que a lesão ocorrer, impedindo o prosseguimento da atividade. Vale frisar que pessoas a partir dos 30 anos possuem maiores chances de sofrer com esse tipo de lesão.

4) Lesão do ligamento cruzado posterior

Essa também não é uma das lesões mais comuns, ocorrendo geralmente de forma isolada. Na maioria das vezes, essa lesão no ligamento é causada por queda sobre o tubérculo tibial ou ocorrência de trauma diretor do tubérculo tibial em casos de acidente automobilístico.